Ir para o conteúdo

Vale Real e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Previsão para hoje (quinta, 29 de fevereiro)
min 22 ºC max 28 ºC
Redes sociais
Vale Real
Acompanhe-nos:
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Legislação
ARRASTE PARA VER MAIS
INTERAÇÃO
Anotação
Marcação
BUSCA
Expressão
EXPORTAÇÃO
Código QR
Baixar
Compartilhar
COLABORE
Reportar Erro
QRCode
Acesse na íntegra
LEIS Nº 1202, 22 DE JUNHO DE 2015
Em vigor

LEI N° 1.202/2015, DE 22 DE JUNHO DE 2015.

 

                                              

APROVA O PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - PME DO MUNICÍPIO DE VALE REAL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

 

 

EDSON KASPARY, Prefeito Municipal de Vale Real, Estado do Rio Grande do Sul, no uso de suas atribuições Legais e atendendo ao disposto na Lei Orgânica Municipal, em conformidade com a autorização contida na Constituição Federal, FAÇO SABER que a Câmara Municipal de Vereadores aprovou e eu sanciono a seguinte

 

LEI:

 

Art. 1º - Fica aprovado o Plano Municipal de Educação de Vale Real, anexo à presente Lei, com duração de dez anos.

Art. 2º - O acompanhamento da execução do Plano Municipal de Educação caberá à Secretaria Municipal de Educação e Desporto, ao Fórum Municipal de Educação e ao Conselho Municipal de Educação, devendo proceder a avaliações periódicas com a participação dos segmentos representativos da comunidade, no que se refere à implementação do mesmo.

§1º Serão realizadas avaliações periódicas do Plano com vistas às redefinições de metas e objetivos.

§2º A primeira avaliação realizar-se-á no segundo ano de vigência desta Lei e as demais serão realizadas de quatro em quatro anos.

Art. 3° - São diretrizes do Plano Nacional de Educação (PNE) e do Plano Estadual de Educação (PEE), que da mesma forma, presidem o Plano Municipal de Educação (PME):

I - erradicação do analfabetismo;

II - universalização do atendimento escolar;

III - superação das desigualdades educacionais, com ênfase na promoção da cidadania e na erradicação de todas as formas de discriminação;

IV - melhoria da qualidade da educação;

V - formação para o trabalho e para a cidadania, com ênfase nos valores morais e éticos em que se fundamenta a sociedade;

VI - promoção do princípio da gestão democrática da educação pública;

VII - promoção humanística, científica, cultural e tecnológica do País;

VIII - estabelecimento de meta de aplicação de recursos públicos em educação como proporção do Produto Interno Bruto - PIB, que assegure atendimento às necessidades de expansão, com padrão de qualidade e equidade;

IX - valorização dos (as) profissionais da educação;

X - promoção dos princípios do respeito aos direitos humanos, à diversidade e à sustentabilidade socioambiental.

Art. 4º O Fórum Municipal de Educação, instituído pelo Decreto Municipal nº 013/2013, além das competências estabelecidas terá também as seguintes atribuições:

I - acompanhar a execução do PME e o cumprimento de suas metas;

II - promover a articulação das conferências municipais que precederem a Conferência Estadual e Nacional de Educação.

Art. 5º - A partir da vigência dessa Lei, os Planos Plurianuais e a Lei de Diretrizes Orçamentárias do Município, o Plano Anual de Trabalho da Secretaria Municipal de Educação e Desporto e os Planos de Desenvolvimento Escolar das escolas municipais, deverão observar as prioridades, objetivos e metas estabelecidos no Plano Municipal de Educação, na área de sua competência.

Art. 6º - Será destinada à manutenção e ao desenvolvimento do ensino, em acréscimo aos recursos vinculados nos termos do Art. 212 da Constituição Federal além de outros recursos previstos em lei, a parcela da participação no resultado ou da compensação financeira, com a finalidade de cumprir o estabelecido no parágrafo único do Art. 148-A da Constituição do Estado do Rio Grande do Sul.

Parágrafo Único - O cumprimento das metas estabelecidas por este plano fica condicionado à disponibilidade de recursos orçamentários próprios, e com a participação de recursos estaduais e federais para as atribuições pertinentes a estes entes.

Art. 7º - O plano plurianual, as diretrizes orçamentárias e os orçamentos anuais do Município serão formulados de maneira a assegurar a consignação de dotações orçamentárias compatíveis com as diretrizes, metas e estratégias deste PME e com o respectivo plano de educação, a fim de viabilizar sua plena execução.

Art. 8º - Os Poderes Legislativo e Executivo do Município, através da Secretaria Municipal de Educação e Desporto e do Conselho Municipal de Educação, incumbir-se-ão da divulgação do Plano Municipal de Educação.

Parágrafo único: Toda a comunidade de Vale Real poderá integrar-se às ações e participar da progressiva implementação dos objetivos e metas propostas para a educação no Município.

Art. 9º- As despesas decorrentes desta lei correrão por conta das dotações orçamentárias próprias.

 

Art. 10 - Revogam-se as disposições em contrário, em especial a Lei nº 861/2009.

Art. 11 - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

 

                        GABINETE DO PREFEITO MUNCIPAL DE VALE REAL, aos vinte e dois dias do mês de junho de dois mil e quinze.

 

 

 

 

EDSON KASPARY

Prefeito Municipal

 

 

 

 

 

Registre-se e Publique-se.

 

 

                 Pedro Kaspary

Secretário Municipal da Administração

* Nota: O conteúdo disponibilizado é meramente informativo não substituindo o original publicado em Diário Oficial.
Minha Anotação
×
LEIS Nº 1202, 22 DE JUNHO DE 2015
Código QR
LEIS Nº 1202, 22 DE JUNHO DE 2015
Reportar erro
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia