Ir para o conteúdo

Vale Real e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Previsão para hoje (domingo, 03 de março)
min 23 ºC max 31 ºC
Redes sociais
Vale Real
Acompanhe-nos:
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Legislação
ARRASTE PARA VER MAIS
INTERAÇÃO
Anotação
Marcação
BUSCA
Expressão
EXPORTAÇÃO
Código QR
Baixar
Compartilhar
COLABORE
Reportar Erro
QRCode
Acesse na íntegra
LEIS Nº 482, 19 DE DEZEMBRO DE 2001
Em vigor

LEI Nº 482/2001, de 19 de Dezembro de 2001.

 

ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE VALE REAL PARA O EXERCÍCIO DE 2002.

 

SÉRGIO LUIZ BARTH, Prefeito Municipal de Vale Real, Estado do Rio Grande do Sul, no uso de suas atribuições legais e atendendo ao disposto na Lei Orgânica Municipal, FAÇO SABER que a Câmara Municipal de Vereadores aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte:

 

LEI:

 

Art. 1° - O Orçamento Fiscal do Município de Vale Real para o exercício de 2002, estima a Receita e fixa a Despesa em R$ 3.871.465,00 (três milhões, oitocentos e setenta e um mil e quatrocentos e sessenta e cinco reais), discriminados pelos anexos integrantes desta Lei.

 

Art. 2° - A Receita será realizada mediante a arrecadação de tributos, rendas e outras fontes de receitas correntes e de capital, na forma da legislação em vigor e das especificações constantes dos anexos integrantes desta Lei, com o seguinte desdobramento:

 

1. ADMINISTRAÇÃO DIRETA:

 

Receita Correntes.................................................................. R$ 3.804.965,00

Receita Tributária...................................................................R$ 359.900,00

Receita de Contribuições....................................................... R$ 277.990,00

Receita Patrimonial...............................................................R$ 21.900,00

Receita de Serviços............................................................... R$ 162.000,00

Transferências Correntes....................................................... R$ 2.837.175,00

Outras Receitas Correntes..................................................... R$ 146.000,00

Receitas de Capital................................................................. R$ 66.500,00

Alienação de Bens.................................................................... R$  50.000,00

Amortizações de Empréstimos................................................. R$  16.500,00

TOTAL................................................................................... R$ 3.871.465,00

 

Art. 3° - A despesa será realizada segundo a discriminação dos quadros "Programa de Trabalho" e "Natureza da Despesa", integrantes desta Lei, de acordo com Portaria nº 42, de 14/04/1999.

 

1. POR FUNÇÕES DE GOVERNO

 

Administração Direta

 

01 - Legislativa....................................................................... R$ 137.435,00

04 - Administração................................................................. R$ 553.570,00

08 - Assistência Social........................................................... R$ 14.500,00

10 - Saúde............................................................................... R$ 697.054,00

12 - Educação.......................................................................... R$ 1.059.206,00

13 - Cultura............................................................................. R$ 72.083,00

15 - Urbanismo........................................................................ R$ 9.100,00

16 - Habitação.......................................................................... R$ 87.100,00

17 - Saneamento....................................................................... R$ 19.000,00

18 - Gestão Ambiental.............................................................. R$ 30.000,00

20 - Agricultura......................................................................... R$ 124.980,00

22 - Indústria............................................................................ R$ 30.000,00

26 - Transporte......................................................................... R$ 573.207,00

27 - Desporto e Lazer................................................................. R$ 18.500,00

28 - Encargos Especiais............................................................. R$ 110.000,00

FAPS......................................................................................... R$ 44.250,00

Reserva de Contingência........................................................... R$ 291.480,00

TOTAL..................................................................................... R$ 3.871.465,00

 

2. POR ÓRGÃO DA ADMINISTRAÇÃO

 

Administração Direta

 

Perder Legislativo     

 

01 - Câmara Municipal............................................................. R$   137.435,00

 

Poder Executivo        

 

02 - Gabinete do Prefeito........................................................ R$ 126.330,00

03 - Sec. Mun. de Habitação e Planejamento Urbano............ R$ 147.100,00

04 - Secretaria Municipal da Administração.......................... R$ 275.840,00

05 - Secretaria Municipal da Fazenda.................................... R$ 261.400,00

06 - Sec. Municipal de Educação e Desporto........................ R$ 1.077.706,00

07 - Sec. Mun. Turismo, Cultura e Lazer............................... R$ 72.083,00

08 - Sec. Municipal de Saúde e Bem Estar Social................... R$ 711.554,00

09 - Secretaria Municipal de Agricultura................................. R$ 124.980,00

10 - Sec. Mun. de Obras e Serviços Públicos......................... R$ 601.307,00

11 - FAPS.............................................................................. R$ 44.250,00

12 - Reserva de Contingência................................................ R$ 291.480,00

TOTAL.................................................................................. R$ 3.871.465,00

 

Art. 4° - O Poder Executivo fica autorizado a:

I - realizar Operações de Crédito por Antecipação da Receita, até o limite de 12% (doze por cento) da Receita Líquida estimada, nos termos da legislação em vigor;

II - abrir Créditos Adicionais Suplementares até o limite de 50 % (cinquenta por cento) da Despesa fixada nos termos do art. 7º da Lei nº 4.320/64;

III - abrir Crédito Suplementar para atender despesas relativas à aplicação ou transferências de receitas vinculadas que excedam a previsão orçamentária correspondente até o limite recebido; e

IV - abrir Crédito Suplementar para remanejar dotações orçamentárias no mesmo projeto ou atividade, existindo os elementos de despesa nos respectivos projetos ou atividades até o limite da dotação.

 

Art. 5° - A presente Lei entra em vigor na data de sua publicação.

 

GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE VALE REAL, aos dezenove dias do mês de Dezembro de 2001.

 

Sérgio Luiz Barth
Prefeito Municipal

 

 

Registre-se e Publique-se.     


Gabriel Freiberger

Secretário Municipal da Administração

* Nota: O conteúdo disponibilizado é meramente informativo não substituindo o original publicado em Diário Oficial.
Minha Anotação
×
LEIS Nº 482, 19 DE DEZEMBRO DE 2001
Código QR
LEIS Nº 482, 19 DE DEZEMBRO DE 2001
Reportar erro
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia