Ir para o conteúdo

Vale Real e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Previsão para hoje (sexta, 12 de julho)
min 7 ºC max 11 ºC
Vale Real
Legislação
ARRASTE PARA VER MAIS
LEGISLAÇÃO
Atos relacionados
INTERAÇÃO
Anotação
Marcação
BUSCA
Expressão
EXPORTAÇÃO
Código QR
Baixar
Compartilhar
COLABORE
Reportar Erro
QRCode
Acesse na íntegra
LEIS Nº 712/2007, 18 DE JANEIRO DE 2007
Início da vigência: 01/02/2007
Assunto(s): Concessão de incentivos
Em vigor

LEI N° 712/2007, 18 de janeiro de 2007.

 

 

 

"CONCEDE INCENTIVO FISCAL À EMPRESA MALHARIA INTUIÇÃO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS".

 

 

 

                                  SILVÉRIO STRÖHER, Prefeito Municipal de Vale Real, Estado do Rio Grande do Sul, no uso de suas atribuições legais e de acordo com o disposto na legislação em vigor, FAÇO SABER que a Câmara Municipal de Vereadores aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte

 

LEI:

 

Art.1º-  Fica   o   Poder   Executivo   Municipal   autorizado   a  conceder   incentivos   para viabilizar a instalação da Malharia  Intuição , no Município de Vale Real.

             

              Parágrafo Único.  Os incentivos de que trata este artigo dar-se-ão levando em conta a função social decorrente da criação de empregos e a importância para a economia do Município, face ao valor de faturamento anual da empresa e os empregos e negócios indiretos que o empreendimento acarreta.

 

Art.2º - Os incentivos serão concedidos à vista de requerimento da empresa, que compreenderá:

                        I – disponibilização de área de 40.235,00 metros quadrados;

II – acesso pavimentado para a fábrica a ser executado durante o primeiro ano de instalação;

III – instalação de energia elétrica provisória para o início dos trabalhos da obra;

IV – isenção de ISSQN e IPTU por dez anos, contados do início da instalação da empresa;

V- isenção de cinco anos no ICMS gerado, mediante a devolução em dinheiro à empresa, do retorno do ICMS decorrente do valor adicionado incremental que resultar do faturamento gerado pela empresa, nos termos definidos em lei;

VI- disponibilização de vagas na rede de creche e postos de saúde capazes de prestar assistência médica e pedagógica aos funcionários da empresa;

VII – cursos de capacitação para qualificar a mão de obra, de acordo com as necessidades.

 

Art. 3°-O Município celebrará Termo de Convênio com a empresa beneficiada, no qual constarão suas obrigações, que faz parte integrante desta lei.

 

Art. 4°- No caso de descumprimento das condições previstas na Lei e convênio a ser  firmado com a empresa beneficiária fica esta obrigada a ressarcir os valores pelos benefícios recebidos, a serem apurados por uma Comissão a ser designada para este fim, devidamente corrigidos, acrescidos de 1% (um por cento) de juros ao mês  a contar da data da concessão do benefício do efetivo dispêndio ou, ainda, da prestação dos serviços.

 

Art. 5°- A empresa beneficiada não poderá cessar voluntariamente suas atividades, nem reduzir  seu quadro de empregados em parcela superior a 30% (trinta por cento), nem transferir sua sede para outro Município antes de decorrido o prazo de 10 (dez) anos, sob pena de obrigar-se a restituir em décuplo os valores dos benefícios recebidos, convertidos monetariamente a partir da data em que foram pagos, salvo motivo de força maior, devidamente comprovado, quando então restituirá apenas os valores gastos pelo Município com a concessão dos incentivos acrescidos de correção monetária e juros de 1% (um por cento) ao mês.

 

Parágrafo Único - Findo o prazo previsto no caput deste artigo nenhuma obrigação restará à empresa em decorrência desta Lei.

 

Art. 6º. – O imóvel disponibilizado para a empresa, nos termos do Art. 2º. Inciso I desta lei, far-se-á com observâncias nas seguintes condições:

 a) no caso de concessão de direito real de uso, com cláusula de resolução, se a empresa não se instalar na forma requerida, no prazo de 24(vinte e quatro) meses ou se cessar suas atividades transcorrido qualquer período, após iniciadas as mesmas;

b) no caso de doação de imóvel pertencente ao Município, esta ficará condicionada ao atendimento, pelo beneficiado, das condições estabelecidas nesta Lei, sob pena de reversão do imóvel ao patrimônio municipal.

 

Art. 7°- As despesas decorrentes da presente Lei correrão por conta da seguinte dotação orçamentária:

SEC. MUNICIPAL DA HABITAÇÃO E PLANEJAMENTO  URBANO

22.661.0092.2004- Instalação de Indústrias e Apoio as indústrias

3.3.90.39.00.00- Outros serviços terceiros pessoa jurídica

4.4.90.51.00.00- Obras e instalações

           

Art. 8°-  Esta Lei entrará em vigor a partir do primeiro dia do mês de fevereiro de dois mil e sete.

           

 

 

            GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE VALE REAL, aos dezoito dias do mês de janeiro de dois mil e sete.

 

 

      

SILVÉRIO STRÖHER

    Prefeito Municipal

 

 

 

 

Registre-se e Publique-se.

 

                Celso Kaspary

Secretário Municipal da Administração

Autor
Executivo
* Nota: O conteúdo disponibilizado é meramente informativo não substituindo o original publicado em Diário Oficial.
Atos relacionados por assunto
c
Ato Ementa Data
LEIS Nº 1667/2024, 24 DE ABRIL DE 2024 Autoriza o Município de Vale Real a colaborar em ações de incentivo à aquisição de produtos e serviços em empresas locais do Município de Vale Real 24/04/2024
LEIS Nº 1651/2024, 04 DE MARÇO DE 2024 AUTORIZA O REPASSE DE RECURSOS FINANCEIROS A ASSOCIAÇÃO ESPORTIVA ALIANÇA E ASSOCIAÇÃO RECREATIVA E ESPORTIVA SÃO PEDRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS 04/03/2024
LEIS Nº 1650/2024, 26 DE DEZEMBRO DE 2023 AUTORIZA O PODER EXECUTIVO FIRMAR TERMO DE PARCERIA SOB A MODALIDADE DE FOMENTO COM A ASSOCIAÇÃO CULTURAL ESPORTIVA ARROIO DO OURO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS 26/12/2023
LEIS Nº 1649/2023, 26 DE DEZEMBRO DE 2023 CONCEDE INCENTIVOS À EMPRESA HDA INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE COMPONENTES ELETRONICOS S/A E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS 26/12/2023
LEIS Nº 1630/2023, 11 DE SETEMBRO DE 2023 CONCEDE INCENTIVOS À EMPRESA MAORI DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS LTDA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. 11/09/2023
Minha Anotação
×
LEIS Nº 712/2007, 18 DE JANEIRO DE 2007
Código QR
LEIS Nº 712/2007, 18 DE JANEIRO DE 2007
Reportar erro
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia